PAÇO DOS DUQUES DE BRAGANÇA

O Paço dos Duques de Bragança é um dos monumentos mais importantes de Guimarães e de Portugal. Ainda hoje, continua sendo residência oficial do Presidente da República, no Norte do país, embora os presidentes não durmam lá. É Patrimônio Mundial da Humanidade. A sua construção aconteceu no século XV. É um dos poucos palácios da Península Ibérica influenciados pela arquitetura senhorial da Europa do Norte, também conhecida por Europa Setentrional, dominada pelos países nórdicos. Hoje, o palácio se encontra transformado em museu, acolhendo uma exposição permanente de mobiliário português do período posterior aos descobrimentos do Brasil e dos territórios africanos e asiáticos. Tem também uma rica coleção de porcelanas e louças de barro. Depois de uma passagem pelo castelo, que é o monumento situado no ponto mais alto da chamada Colina Sagrada de Guimarães, é inevitável visitar o Paço dos Duques de Bragança.

Sendo uma das grandes atrações turísticas de Guimarães e de Portugal, o Palácio dos Duques de Bragança tem motivos para comemorar. Entre os sete museus administrados pelo Ministério da Cultura no Norte do país, ele é o mais visitado. No primeiro semestre de 2016, o museu do Paço dos Duques recebeu 148.287 turistas, uma subida de 7,9% em relação aos primeiros seis meses de 2015. E tem outro dado bom: o número de turistas estrangeiros continua crescendo. E o público do Brasil já ocupa o terceiro lugar no ranking, atrás de franceses e espanhóis. E na frente dos alemães! Oba!